Leve-me ao seu líder

Fernando Rosa

O senador Romero Jucá foi defenestrado e, com isso, ganha força um dos comissários-chefe dos golpistas, o senador José Serra, e seu partido – o PSDB. Além disso, os vazamentos também tem por objetivo fortalecer o procurador Rodrigo Janot – e seu parceiro Sérgio Moro. E, ainda, secundariamente, tentar higienizar a bandalha que assumiu o governo e os ministérios. Não se surpreendam se Serra for indicado para substituir o falastrão grampeado.

Esse golpe, antes de mais nada, é para assaltar o Pré-Sal, e todas as ações são orientadas a partir desse plano. Nesses últimos dias, o golpe começou a ganhar sua forma definitiva. Entre os anúncios do Temer: 1) extinguir o fundo soberano do Pré-Sal, transferindo os recursos da educação e da saúde para os bancos; 2) acelerar a exclusão da Petrobras da exploração do Pré-Sal. E também assaltar ilegalmente os cofres do BNDES.

O vazamento que derrubou Romero Jucá veio pela Folha de S. Paulo, confirmando que nada nesse golpe é por acaso. José Serra está para a Folha de S. Paulo como Carlinhos Cachoeira esteve para a Veja. Serra é uma espécie de “editor” informal do jornal da família Frias, que sempre se prestou aos golpes. E aos golpes dentro dos golpes. Uma linha auxiliar da outra família, a dos Marinho.

O vazamento introduziu definitivamente Rodrigo Janot na cena do crime. Até prova em contrário, o conteúdo do vazamento estava em posse da Procuradoria Geral da União, do senhor Janot. Mais uma vez,  o Procurador Geral da República está no centro de um movimento decisivo e “inteligente” do golpe. Assim foi na ação que impediu a posse de Lula no ministério. Janot é uma espécie de cronômetro do roteiro do golpe. O “relógio do golpe”.

Como disse a jornalista Tereza Cruvinel em artigo no site Brasil 247: “O relógio de Janot acertou-se com precisão à marcha do impeachment no Congresso. A gravação ficou guardada até passar o dia 17 de abril, quando a Câmara aprovou a autorização da abertura do processo, e até 11 de maio, quando houve a votação do Senado. E foi aparecer agora, dez dias depois da posse de Temer”.

Inseguros com o cenário futuro, a curto e médio prazo, os patrões do golpe atropelaram os prazos das ações golpistas. As pesquisas – que sumiram! – devem ter alertado os golpistas sobre a total inviabilidade popular, política e diplomática de Temer. É preciso, portanto, avançar rapidamente com o assalto ao Pré-Sal e transferir os recursos nacionais aos banqueiros internacionais.

Os vazamentos seguintes tem por único objetivo constranger os senadores Renan e Sarney. Pelo bombardeio da mídia golpista, querem destruir o senador Renan que, pelas gravações mostrou-se republicano. Além, claro, de colocar uma coleira no pescoço de Temer para que ele banque todas as medidas econômicos e sociais. Eles sabem que precisam ser rápidos no assalto, porque o povo acordou e não sai das ruas. A traição é tão explícita quanto Alexandre Frota.

O “caso Jucá” não foi apenas para “impedir o pleno funcionamento da Lava Jato”. Podiam ter pensado nisso, mas ao final resulta em mais um passo para fortalecer a estratégia e os chefes do golpe. Na mesma direção, Gilmar Mendes foi guindado ao papel de verdugo oficial do STF para os processo da Lava Jato. A Rede Globo já comprou a tese da “obstrução” atirando unicamente em Dilma e Lula.

É preciso, portanto, acelerar a denúncia do objetivo central do golpe. É fundamental deixar claro para a população que pretendem, mais uma vez, assaltar o petróleo dos brasileiros. Impedir nossa independência, alinhar o país aos Estados Unidos e destruir a Nação e seu protagonismo mundial. E também detonar os projetos de defesa nacional, como o do submarino nuclear e da Amazônia Azul.

Tentaram isso em 1954, depois com FHC nos anos noventa, e no período da ditadura enfrentaram a resistência das FFAA. Os nacionalistas antes, os militares nacionalistas e, mais recentemente, Lula defenderam a Petrobras e as riquezas nacionais. Agora, é tarefa de todos os brasileiros impedirem que uma das maiores riquezas do planeta seja entregue às petroleiros americanas. Todos às ruas contra o golpe!

janot

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s