Filipe Camarão, indígena, guerrilheiro, nacionalista

Da Redação

Filipe Camarão foi um chefe guerrilheiro indígena. Chefiou tropas na luta contra os invasores holandeses. Guerreou de Pernambuco à Paraíba e na primeira Batalha de Guararapes (1648), recebendo o título de dom. Nasceu por volta de 1600, na Capitania do Rio Grande (atualmente, Rio Grande do Norte), e morreu em 1648, no Recife (PE). Índio potiguar, chamado Poti em sua tribo. Convertido ao cristianismo, recebeu o nome de Antônio Filipe pelos jesuítas que o educaram, numa homenagem a Filipe IV, rei da Espanha. (Youtube/TV Câmara)

Filipe Camarão foi citada por Ulysses Guimarães, na sessão de promulgação da Constituinte de 1988, em 5 de outubro. “O Estado encarnado na metrópole resignara-se ante a invasão holandesa no Nordeste. A sociedade restaurou nossa integridade territorial com a insurreição nativa de Tabocas e Guararapes sob a liderança de André Vidal de Negreiros, Felipe Camarão e João Fernandes Vieira que cunhou a frase da preeminência da sociedade sobre o Estado: Desobeder a El Rei para servir El Rei”.

Anúncios

Um comentário sobre “Filipe Camarão, indígena, guerrilheiro, nacionalista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s