O mundo ao redor

Fernando Rosa

Antigamente, alguns jornais, como o Correio do Povo, no Rio Grande do Sul, dedicavam três, quatro manchetes semanais para temas internacionais. A opção era pautada pelo interesse negocial dos fazendeiros, que tinham suas atenções voltadas para os mercados e para as economias externas.

Atualmente, os grandes jornais e, claro, as televisões, em especial a Globo, seguem sendo pautados pelo exterior, mas não mais mobilizados pelos interesses nacionais. Hoje, a “pauta” dos cadernos internacionais é ditada pelos “bancos” e pela “agência” do Pentágono, que promove os interesses dos EUA e dos rentistas globais.

As recentes eleições norte-americanas são a prova mais evidente do alinhamento e da subordinação da grande imprensa nacional ao comando da globalização internacional. Não apenas organizaram uma verdadeira “torcida” para Hillary Clinton, como prosseguem na linha do “nazi-fake-news” da matriz contra o presidente eleito.

Em vez de buscar, jornalisticamente, as causas da derrota de sua candidata, a “mídia prostituta operando em modo lavagem cerebral” radicalizou o “jornalismo de guerra”. Ao contribuir para a campanha em favor de uma guerra mundial, nem a mídia daqui, menos ainda a norte-americana, não consegue demonstrar sequer compromisso com a vida dos seus (e)leitores.

O Brasil tem várias tarefas econômicas, políticas, democráticas a enfrentar e, uma delas, das primeiras, é a democratização da mídia, que desinforma, manipula e entorpece os cidadãos brasileiros. Fez bem Trump quando na campanha tratou – e segue tratando – a mídia de seu país como o que de fato ela é, uma aliada do sistema financeiro e da guerra.

A eleição norte-americana mostrou que o mundo “unipolar” da globalização predatória, sob comando do rentismo e da indústria bélica, está nervoso e histérico diante da ameaça de uma nova realidade multipolar, com desenvolvimento e paz. O Brasil precisa, então, adentrar a esse universo “adulto” das relações internacionais, posicionando-se do tamanho que ele tem, começando por acompanhar o que acontece no mundo ao seu redor.

Anúncios

Um comentário em “O mundo ao redor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s